17 de fev de 2013

Eu quero alguém que...


Eu quero alguém que me ame nas entrelinhas.
Eu quero alguém que perceba cada detalhe escondido.
Eu quero alguém que fique fascinado pelo meu jeito de dizer as palavras mais difíceis.
Eu quero alguém que se encante pelo brilho acetinado das pupilas dos meus olhos.
Eu quero alguém que fique intrigado pelos livros na minha estante.
Eu quero alguém que leia Tolstoi e se encante com os escritos de Dostoievski.
Eu quero alguém que repare no modo como mexo as pernas quando estou nervosa.
Eu quero alguém que me ame voluntariamente de dentro para fora.
Eu quero alguém que saiba a diferença entre poema e prosa, que saiba a que escola pertence Monet e Renoir.
Eu quero alguém que compreenda a grandiosidade de uma simples tarde ensolarada.
Eu quero alguém que sinta profundamente cada detalhe da vida e traduza tudo em palavras.
Eu quero alguém que saiba apreciar um delicioso café preto e alguns fofitos de leite.
Eu quero alguém que goste de música mansa, tranquilas e instrumentais.
Eu quero alguém que prefira cineminha em casa que um grande filme em 3D no shopping.
Eu quero alguém que fique satisfeito com uma sopinha quente no final do dia.
Eu quero alguém que saiba minha música favorita, e que meu filme preferido é um documentário.
Eu quero alguém que consiga ver os desenhos nas asas das borboletas.
Eu quero alguém que fique em silêncio ouvindo a canção das baleias corcundas.
Eu quero alguém que goste de suspenses policiais e assista CSI depois de ler Agatha Christie.
Eu quero alguém que cite G.K Chesterton e C.S Lewis.
Eu quero alguém que detesta racismo e ler os escritos de Martin Luther King Jr.
Eu quero alguém que segure em minha mão e sente ao meu lado quando chegarmos na igreja.
Eu quero alguém que saiba notar a tristeza nos meus olhos, mesmo que eu esteja rindo.
Eu quero alguém que escreva cartas, sabendo que as palavras me preenchem mais que presentes.
Eu quero alguém que converse comigo sobre os assuntos que não converso com mais ninguém.
Eu quero alguém que tenha prazer em conversar com Deus.
Eu quero alguém que cante comigo uma bela canção de amor a Jesus.
Eu quero alguém que...
Meu Deus! Eu estou querendo eu mesma e nem percebi.
__________________________________________________________ >>

Depois de uma introspecção percebi como eu me amo. E como consigo perceber cada detalhe sem precisar de outra pessoa para me completar. Claro que eu não me completo, mas consigo me perceber além da superfície. Além das cores que gosto mais ou do meu filme preferido. Sei exatamente como desejo meu amor. Mas honestamente não é tão interessante alguém que perceba em mim as mesmas coisas que eu observo. Sei lá, as vezes é bom notar o movimento do mar sob um novo ângulo. E ouvir músicas mais agitadas ou mesmo ir ao cinema num dia de chuva. As vezes a gente lista a pessoa perfeita e ela nunca aparece, apenas alguns poucos mortais que se enquadram em alguns requisitos da longínqua lista. A gente nem vê a nossa xerox em cada opção, e que nos distanciamos cada vez mais da realidade. Dificilmente encontraremos uma pessoa que irá se encaixar completamente em quase todos os requisitos do " Eu quero...". Ninguém é obrigado a gostar de Monet e saber que ele é um pintor impressionista. Isso é algo meu, intrínseco. Tem coisas que nos pertencem, que não cabe a outros notarem anão ser nós mesmo. Deixa que eles descubram o que a gente não percebeu ainda, tão bom ser surpreendida. A gente faz tantos projetos e esquece de deitar numa rede macia tirar os chinelos e descansar. Um dia se Deus permitir a gente encontra alguém que nos ame pelo que somos, e até mesmo pelos nossos enigmas e segredos. Alguém que consiga renovar a velha listinha e nos mostrar que somos muito mais do que achamos ser. Alguém que, como nós, está aprendendo a se conhecer a cada dia e nessa jornada entende que só Deus para nos sondar inteiramente sendo capaz de conhecer até mesmo o que desconhecemos. " O amor está nos esperando até estarmos prontos"!


5 comentários:

Karine Maciel disse...

Uaaaau! Bem assim mesmo!
As vezes a gente quer uma xerox nossa.
Eu gostaria de um rapaz que amasse a Deus tanto quanto eu,que amasse missões,que amasse o próximo e que amasse arte como eu amo. O resto,que me surpreenda!
Sei que Deus tem o melhor pra mim e me dará um príncipe lindo,mas real <3

Samara Even disse...

Eu sempre me emocionando aqui. Lindo,simplesmente. <3 Sem palavras. Bjin'

✿ chica disse...

Linda essa percepção que te amas. Isso vale muito. Lindo texto! beijos,chica

Alexandre Lucio Fernandes disse...

De fato Tammy, não há ninguém que se encaixa perfeitamente em todos os requisitos. Esperar tanto de alguém, desejar tanto uma pessoa tão ideal assim é muita ilusão. Quando se ama, ama-se por um mistério que ninguém é capaz de intuir ou responder. Porque a pessoa se encaixa em nós, principalmente com suas diferenças. Porque respeitamos seus defeitos e suas qualidade. Ama-se no momento em que sabemos que o outro também é ser humano tanto quanto nós. Ama-se pelo o bem que ela/ele nos traz, mesmo que ele/ela não goste de muitas coisas parecidas com as da gente, mas nos entende, nos compreende. Ama-se quando há harmonia no sentir, quando mesmo com tantos contrastes, existe cumplicidade, mutualidade.

Pessoa ideal assim como a gente quer, só nós mesmo. *risos.

Beijo!!

Sofia Teixeira disse...

Adorei o teu texto, está lindo. Mas cheguei à conclusão que você só pode ser mágica, por que cada vez que eu leio um texto seu fico maravilhada.

Beijinhos muito grandes,
Sofia ;)