28 de jan de 2013

De Coração partido.


Foi difícil dormir essa noite.
E mesmo quando consegui sonhei com o mesmo pesadelo.
A fumaça asfixiando-me e uma luz morta de cor avermelhada na escuridão.
A morte empilhada e espalhada na avenida.
Corpos sem vida que há pouco respiravam tão bem a mocidade.
E o que restou para os que não se foram?
Tristeza, lágrimas, agonia e lembranças.
As recordações como fantasmas aparecem no assoalho da mente e reproduzem os gestos dos que partiram.
Corações partidos no meio da rua.
Famílias que se abraçam buscando um ombro pra chorar sua dor.
Pessoas de longe que tomam o sofrimento e choram junto.
Os jornais retratam e explicitam cada detalhe, todos de luto, todos carregando um pouco da dor.
A festa se tornou um episódio de horror.
Vidas espalhadas pelo chão, os pingos da torneira na pia e um aglomerado no piso do banheiro.
O fogo consumiu a vida, consumiu as conversas, as conquistas, as idealizações.
Deus, resfrie a alma e o coração dos familiares que perderam seus filhos, netos, sobrinhos, irmãos e amigos nesse terrível incêndio.
Bem sabes a dor de perder um filho, conhece esse sentimento terrível de perda. Sabes exatamente como cuidar da ferida em carne viva.
Cura e cuida Senhor.

_

As palavras desaparecem de mim e não sei que falar. É muito horrendo o que aconteceu, não dá para ignorar os fatos. Mesmo tão distante sentimos como se fosse bem aqui perto, e não é ? Sentimos porque a morte é uma certeza para todos, e isso meche conosco de uma maneira que não dá para evitar. Olhamos para a vida com outros olhos, com uma dor e um peso que nos puxa e nos retém. A mídia só mostra um número, mas por trás disso há uma enorme lista de vidas, de jovens, de sonhos. Quando vemos o rosto daqueles que estavam ali, a tristeza cresce ainda mais. Não dormi bem essa noite. Sonhei e ficava vendo uma luz vermelha e uma cortina escura de fumaça. Tive um medo e uma sensação terrível. Agora eu fico imaginando no desespero gigante dos que estão lá, que conhecem alguém que morreu, que é familiar. Senhor, não tenho mais fôlego pra prolongar esse texto. 


2 comentários:

Sofia Teixeira disse...

Obrigada pelo o comentário, e obrigada por seguires-me pois como já tinha dito é uma grande honra para mim seguires-me.
E o ultimo texto que li está bastante profundo, e considero que reflete exatamente o que se passa no Brasil, neste momento.
Beijinhos Sofia!

Luzia Medeiros disse...

Isso foi muito triste mesmo, cabe a nós sermos solidários com palavras, orações. Teu texto ficou muito bonito, uma forma de homenagear todos que partiram.

PS. Eu também escrevi um texto porque as lágrimas que estavam guardadas no coração quiseram sair.

Beijos, fica com Deus.

http://luzia-medeiros.blogspot.com.br/2013/01/uma-grande-tragedia.html#comment-form