5 de mai de 2012

Indiferença.


                                     Sorrisos vazios trafegam na rua sombria.
                         Lágrimas mofadas pingando no vácuo uma dor que não se esvai.
                       Um amor silenciado,quase congelado,escondido na ponta da língua,
                                      pelo simples receio de dizer 'amo você!
                Pessoas fingindo viver.Outros tentando morrer,e nós apáticos sem nada fazer.
                          Até quando permaneceremos indiferentes aos outros?
                           

                             

Um comentário:

Iasmin Cruz disse...

Indiferença é algo tão complicado, deviamos nos importar mais com os outros. Lindo.

http://iasmincruz.blogspot.com.br/