12 de mai de 2012

Dilacerada.

              Tumblr_lv4frastce1qbxxd3o1_500_large
Ele me ligou naquele entardecer sombrio.Um arrepio subiu até os cílios e estremeci por completo.Fazia tempo que não escutava aquele timbre rouco de ressaca rasgar os meus tímpanos de agonia.Suas palavras foram cruas,distorceram meus pensamentos e o coração tardou os batimentos.Uma chuva fina molhava a cidade lá fora,e a vida dentro de mim se esvaia cada dia mais um pouco.Alguns respingos tocando-me e nada sinto.Ele me estremece,me enclausura em sua rudeza.Até consigo ver seus olhos cinzentos rindo com ardor da minha morbidez.Deliciando-se com meu silêncio trêmulo.As luzes fracas iluminavam a rua,e ele apagou as velas do meu candelabro.Está escuro aqui dentro,e não há espaço mais desesperador que o silêncio interior.Palpitações intermitentes a romper o silêncio.Passos abafados a intrigar-me,quem será?O vácuo encharcado de aflição.O breu engolindo as últimas fagulhas da fogueira.E o meu eu tardando em me encontrar.No simples reflexo introspectivo minha alma divaga,murmúrios longínquos a despedaçar toda calma.E um sentimento remoto envenena minhas pálpebras.Fecho a janela e nada ocorre.O inverno chegou quando atendi aquela ligação.Esse gélido ar rarefeito que ele me força a respirar.Debruço-me na cama desarrumada e canto uma música melancólica,chamando a chuva,o vento,qualquer vendaval que me leva desse enfado.Os cães latem como se quisessem adentrar no meu ser,dilacerando-me.Há pessoas que levam o nosso melhor e não nos devolvem jamais.E o jeito é recriar-se,porque o antes não volta a ser mais.

Um comentário:

Stella Valim disse...

Que belas palavras.
Deve ser realmente horrível quando você sente falta de alguém. O frio deve te tomar por inteiro, o seu coração deve se despedaçar de saudades e essas coisas mais.
Horrível ):
Adorei a sua forma de se expressar :D
Beijos
http://www.senhoritaliberdade.com/