27 de abr de 2012

Poema de Maio.

Estava ela triunfante na beirada da janela.Pétala por pétala de um vermelho sanguíneo.Sem remente,apenas um envelope discreto,recentemente descoberto pela minha retina.Teu toque estava ali silenciado,seu odor velado,seu amor delimitado em três palavras '' se cuida menina''.Mordisquei o lábio,pisquei e comecei a escrever um poema...

2 comentários:

Larissa Castro. disse...

ameeeeei amiga. sou tua fã.

Edna Nogueira disse...

Bom dia, Tamires!!
Seu blog continua triunfante com suas palavras.
Beijos e bom domingo.