19 de nov de 2011

Se existisse um antídoto anti-paixão !!!

Quem nunca em sua existência sentiu a agonizante dor da desilusão amorosa?Invariavelmente,como seres carnais sentimos a necessidade de nos relacionarmos amorosamente desde tenra idade.Minha lista,incontável,de desilusão começou na infância.Quando fui trocada por uma menina do primário com cabelos compridos(nesse dia odiei ter cabelos curtos).Eu ainda não sabia escrever meu nome,mas já ardia em minha alma aquele prazer em estar apaixonada por alguém.Precoce,mas sempre prudente eu segui meu caminho e continuei colecionando ilusões.Confesso que não há mais espaço pra tantos enlaces desfeitos no meu sótão.E estou andando com os pés doloridos de tantos pisões e quedas bruscas.Porque quando alguém não compartilha o mesmo sentimento por você,essa pessoa não dá a mínima.E essa indiferença congela e quebra nosso coração em mil pedaços isolados de dor.70% dos meus posts são dedicados as paixões mais inspiradoras da minha vida;especialmente a mais forte.Mas depois de tantos anos eu realmente não suporto mais tudo isso.Toda aquela sensação deliciosa de borboletas flutuando no estômago e depois aquela náusea da perda.Mas como podemos perder aquilo que nunca nos pertenceu?a paixão é um sentimento traiçoeiro mesmo,nos dá a sensação de posse e de poder que não é nosso.Não podemos mandar no coração das pessoas,ou manipula-las ao nosso bel prazer.Mas que é um droga,isso é mesmo.A gente perde o nosso tempo,os nossos sentimentos,deixamos de dar atenção para outras pessoas,brigamos com amigos,passamos horas no msn ou no facebook esperando aquela pessoa dar as caras.Mas no fim o esperado sempre acontece;lá estamos nós derramando rios de lágrimas no quarto,olhando a luz da lua e nos perguntando por quê?Só por causa daquele sorriso charmoso,daquela voz envolvente e aquela maneira de sorri que me mata!Eu estou queimando por dentro,é uma tortura saber que a próxima paixão será um erro,mas nunca pensamos nisso quando estamos prestes a cair nesse abismo.

Um comentário:

natureza em foco disse...

...estou a procura desse antídoto