17 de jun de 2012

Resposta.


Quando você ler esta carta,talvez seja muito tarde para me dar uma resposta.Dessa vez eu preciso das suas palavras,mais que o sol precisa do horizonte para dormir.Desconsidere todas as hipóteses que te confunde,apenas diga-me se faz algum sentido continuar acreditando que existe algo entre nós.Por favor,se não houver nenhum rastro de sentimento em seu coração de que ainda resta uma última valsa para dançar não deixe de dizer que não vai mais voltar.Estou farta de te ter por apenas alguns instantes,e depois só me restar o silêncio.Meus pés estão cansados de esperar uma atitude sua,eles precisam partir e acho que não há mais motivos para ficar.Receio não mais ser interessante aos teus olhos.E tua alma de tão cansada já parou de crer que talvez poderíamos nos completar em nosso ínfima brandura.Mas não vejo mais o teu farol na noite sombria a me indicar o caminho.Só peço que me digas sem medo o que verdadeiramente sente por mim.Para que não me reste dúvida.Mas,por favor,seja claro e não tarde em escrever,pois o ar estar rarefeito e não há tanto para esperar.O trem está vindo,e minhas malas estão prontas.Apenas uma palavra e desfarei as malas para sempre.E mais alguns dias de silêncio,partirei sem deixar rastros.É só isso que te peço,nada mais.Mas não se preocupe,de qualquer forma ficarei bem.Deus está cuidando de mim,e de você também.

4 comentários:

' ita disse...

gostei tanto do blog!
sigo *

Ivana disse...

opsss

O comentário abaixo é para esse texto, mas é válido para os dois, bjs

PauloSilva disse...

Ooown, mas que lindas palavras! Que linda carta repleta de sentimentos e palavras muito bem delineadas! Por vezes é necessário saber virar as costas... Quando chegar a hora, vamos saber.
Um beijo.

Iasmin Cruz disse...

Linda, sua carta transmitiu um sentimento tão belo.

http://iasmincruz.blogspot.com.br/