29 de jun de 2012

Necessito de descanso.

      533397_277776478984123_152012388227200_573838_311213248_n_large
Repouso os olhos na leveza do ar que me oxigena lentamente. As nuvens cinzentas flutuam no céu com uma paz ínfima, e meu coração suplica por descanso. Ele pensou ter encontrado uma boa sombra para pulsar com tranquilidade todo o seu carmim, mas ele se enganou completamente. E agora está ardendo em chamas, queimando tudo que havia de belo em mim. Estou fervorosamente machucada, e não há lágrimas para ao menos amenizar esse incêndio. Bem que tentei derramar algumas, mas se recusaram a resfriar a minha face apática. Agora não restam mais possibilidades de  apagar o fogo, as cinzas demonstram as únicas fagulhas que restaram. Mas ainda há sangue empoçando o chão. Das vezes que chorei solitária e um certo alguém não escutou os meus gemidos. Lágrimas,lágrimas...nem essas te suportam mais.Até mesmo elas se rebelaram com a tua indiferença. Nem imaginas quão difícil foram esses dias sem escutar a tua voz.Irônico isso,passar a almejar mais a voz de um desconhecido que a voz de pessoas mais chegadas. Depender mais daqueles que não se importam, que daqueles amorosos seres que estão sempre ao nosso auxílio.Estou profundamente triste com você, profundamente. Nem a brisa a tocar-me consegue aliviar essa dor que se aglomera a cada dia. Sei que vou superar isso, irá custar alguns dias,meses... mas sei que passará. Tudo passa não é mesmo?

Nenhum comentário: