29 de jan de 2012

Grito de Liberdade!

Kennytwin31_large
A bruma estava densa.Meus olhos palpitantes e cerrados.Estava pensando em infinidades de sonhos,aspirações remotas que não poderiam ser reais caso continuasse cativa nessa torre.Quantas madrugadas passei ao relento costurando velhas recordações.Ensaiando cenas que nunca vivi,escrevendo versos que não declamei.Presa á uma fantasia que sugava meus escrúpulos e me mantinha acorrentada a velhas histórias de contos arcaicos.Mas algo dentro de mim estava para explodir.A princípio desconhecia que vontade era aquela,mas hoje tudo faz sentido.Estive esperando um príncipe que nunca deu as caras,que nunca matou o dragão e me resgatou desse martírio.E ficava criando mil desculpas para esse momento não ser concretizado.Chorava horrores,até que as lágrimas secaram e eu estava enfadada de tudo.Não importava mais obter respostas para indagações tão óbvias.A verdade estava ali na minha frente,encarando minhas pupilas e eu não queria acreditar.Queria algo mais fácil mais comum.É  mais cômodo esperar que alguém tenha iniciativa e nos salve de nossas torres internas.Mas,ninguém apareceu.Alguns peregrinos circularam nesses arredores;eu gritei esperneei e declamei poemas.Fiz de tudo possível mas eu não estava em seus planos.Uma camponesa livre era bem mais interessante que uma princesa numa torre presa por um dragão revoltado.Demorei muito tempo para perceber que tudo não passava de ilusão.Que o dragão era apenas a junção de meus medos e dúvidas,e eu deveria encará-los ousadamente pare me ver livre de tudo isso.Chorei desesperadamente por todas as vezes que achei estar certa e não estava.Pelos sentimentos que se afloraram em mim por outros e não foram correspondidos.Todavia,resolvi que toda aquela farsa iria acabar.Enxuguei as lágria e sorri.Abri um sorriso daqueles que reluzem mais que uma constelação noturna.E orei a Deus pedindo forças,coragem para superar meus próprios dragões.E ousadamente acabei com tudo aquilo.Sem príncipe,sem espadas,sem lenços de agradecimento,sem beijos,sem felizes para sempre.Resolvi ser feliz agora,montar em meu corcel horizonte afrente,sem medo de desbravar as montanhas,cruzar oceanos,mares distantes de águas cálidas.Um grito de liberdade ecoando onde outrora eram algemas enferrujadas.Um dia encontrarei meu prometido.Sem a falsidade da realeza,sem máscara de baile,sem alazão ou carro de luxo.Chega de criar expectativas,eu gosto é de surpresas.Que algum homem ousado desbrave meus enigmas e me ganhe completamente.Sem eu precisar virar o príncipe,sair correndo desesperada,tentar conquistar quem deveria estar me conquistando.É hora de sacudir a tristeza e abrir as portas para a euforia.Coração foi feito para bombear sangue e não para ser cobaia de desilusões.Então garota?chega de chorar por esse bandoleiro.Se ele realmente estivesse interessado ele já havia lhe convidado para bailar.Poupe suas palavras e tenha um pouco de auto estima.Porque Deus não está demorando,ele está caprichando!Desperte para a vida!Romances vem e vão,mas a sua vida querida,é só uma!Não desperdice tempo com bobagens juvenis.

Nenhum comentário: