20 de nov de 2011

Uma linha tênue entre realismo e negativismo.

1e706561bc03b3678737cb16121e64e1_large
Custa-se perceber essa fina linha existente entre ser realista e ser negativista.O senso comum confundi os dois e torna as pessoas prudentes um pouco céticas e racionais demais.Mas basta analisar delicadamente o próprio eu para descobrir que é possível ser realista sem deixar de ser apaixonado,ou ser negativo sem ter uma ponta de esperança na alma dolorida.As pessoas de consciência genuína sempre esperam o melhor.Seja de si ou dos outros.Uma palavra que pode definir perfeitamente uma pessoa realista na medida certa é a prudência.Essa é a linha suave que circula discretamente entre esses dois comportamentos.Prudência;segundo o Aurélio pode ser definida como uma qualidade de quem age com moderação,comedimento, buscando evitar tudo o que acredita ser fonte de erro ou de dano.Cautela,precaução,sensatez.Quem possui essa qualidade inestimável deve saber valoriza-la.A cautela nos ensina a pensar antes de fazermos ou dizermos algo,analisar as consequências.Então passamos a averiguar a realidade,os fatos antes de darmos vazão a impulsividade.A precaução nos previne dos erros mais banais mesmo que doa e faça sangrar tomara decisão certa.Agir com moderação não significa ser negativo,mas poupar-se de maiores frustrações.Uma pessoa prudente não escolhe um caminho por ele ser o mais sedutor aos seus olhos,mas sim porque ele é o mais completo e suficiente para suprir as suas necessidades e não apenas seus caprichos.Sensatez é agir com a mente limpa,sem congestionamentos ou insanidades momentâneas.Existem pessoas que por reconhecerem a realidade que se encontra o mundo,são julgadas como negativas.Mas não,são apenas pessoas que sabem conscientemente que para vencer as fragilidades da realidade precisam saber com o que estão lidando.Não podemos jamais resolver um problema se não soubermos do que se trata.Temos que decifrá-lo para entende-lo.Vencer um desafio,seja ele o que for,deve ser tratado com cautela e afinco.O sociólogo zigmunt Bauman por vezes é criticado de negativo pela sua análise realista da sociedade atual.Indiferente as opiniões eu o considero um grande pensador moderno.Que trata o real como ele realmente é.As pessoas criticam pessoas assim porque a verdade dói,fere,rasga nossas ilusões e coloca nosso rosto no chão para reconhecermos o estado que chegamos.É mais fácil se iludir com o fantasioso que aprender a lidar maduramente com o real estado da humanidade.Ser prudente é acreditar no equilíbrio,que é possível mudar o mundo começando de nós mesmos.Vencer nossas mazelas internas para juntos tentarmos remodelar essa terra devastada.Talvez não seja possível mudar tudo,mas pelo menos a nós mesmos e aqueles que estão a nossa volta.Afinal as nossas ações decidem não apenas o nosso futuro mais o amanhã de muitos.Então que não sejamos nem céticos ou negativos,mas pessoas prudentes.Pois o que plantamos hoje ceifaremos um dia,seja bom ou ruim,colheremos.

Nenhum comentário: