15 de out de 2011

Relento.

Tumblr_lez0x7jl5z1qf7ikto1_500_large
Ela estava costurando seus velhos sentimentos.
A noite estava fria e o coração batia sem muita emoção.
Seus olhos congelavam todas as vezes que lembrava das
penumbras ofuscantes do passado.
Pronunciando palavras ao relento,
tremendo pelo frio intenso.
Que adiantaria remendar aqueles velhos retalhos sentimentais,
se tudo estava acabado?
Sorriu para a noite cintilante;
entrou em casa e trancou a porta;
receosa daquele que a enclausurou.

Um comentário:

Luzia Medeiros disse...

Suas palavras são tocantes, fala de sentimentos.
Gostei muito do seu cantinho e vou seguir agorinha, te esncontrei no blog "Elos no horizonte" do Alexandre, também sou fã dele. Beijos.
Se quiser visitar minha singelas palavras fique a vontade.
http://luzia-medeiros.blogspot.com/