14 de out de 2011

''eu não queria uma vida sem você,mas aqui estou eu vivendo uma''
  Brooke Fraser.

Apenas um palavra navegaria de meus lábios para teus ouvidos:
- Amo-te
Sem explicação eu retornaria as minhas minúcias e você seguiria sua estrada pelo deserto.
Somos dois continentes que nunca se cruzam,dois rios que nunca desaguam no mesmo oceano.
Somos trilhos distintos do expresso do oriente.O Rio Amarelo e o Nilo,separados por uma muralha monumental,o nosso orgulho.Eu sou uma escrava egípcia e você um sultão persa,ambos desejando o mesmo,mas com propósitos opostos.Seu rosto foi pintado de tantas maneiras no meu rosto que agora não passa de uma pintura surrealista...o onírico consumindo o real,o absurdo engolindo meu bom senso.Resolvi sair desse labirinto antes que esse minotauro me consuma completamente.Nunca serei sua,assim como o mundo nunca foi de Roma.Apenas sua sede de aumentar territórias fez de ti um desbravador de corações.Não pensas nas cidades que ceifou?fui uma delas.Saqueou meu vilarejo e ateou fogo em meus sentimentos.Levou-me o ouro,mas esqueceu que aqui dentro ainda existe um ser que respira.Apesar de tudo ainda te amo;mesmo que os motivos sejam tão áridos quanto os climas secos do deserto oriental.

Nenhum comentário: