25 de fev de 2013

Nua

                                      
Despiu-se da auto piedade.
Desnuda estava de si.
Assim nua pela rua repleta de cores, sabores, vestígios.
Despiu-se do flagelo.
Desnuda observou cada cicatriz.
O que antes era oculto agora se desvela, revela.
Despiu-se da selvageria.
Desnuda ficou como uma pétala desgarrada da flor.
O aroma, o tempero e a candura passaram; ficou a ermo.
Despiu-se da relutância.
Desnuda conversou com a aurora, e esta revelou que a luz transcende das almas despidas de orgulho.
A claridade irradiada pela claraboia do eu, transparece cada alvorecer interior.
Despiu-se da externalidade.
Desnuda ficou diante de si e viu enfim, sua cara suja e foi tomar um banho de regeneração.

E quantas vezes precisamos ficar nus para perceber nossa essência longe da roupagem que muitas vezes inventamos para nos cobrir. Rasgar as vestes e colocar o rosto no chão seco. Sentir a poeira e nos percebermos como grãos que o vento leva, dissolve, peneira. Porque um dia temos que encarar nossa real face, despida de toda teatralidade, somente você e Deus na penumbra. E nus poderemos enfim reconhecer quem deveras somos e o que queremos ser, buscar a regeneração sem deixar arestas, interrogações e vírgulas que um dia poderia nos conter. Abraços*-* Tammy.

3 comentários:

Karine Maciel disse...

Tão bom nos despir as vezes. Nos despir de tudo isso e muito mais. Quando nos despimos damos valor aquilo que faz parte de nós e percebemos aquilo que não nos edifica.
Sempre estamos sem roupa diante de Deus. Ele nos vê além.
Tolice nossa não atentar pro fato de que Ele tem tecido em nós as melhores vestes. Nem apertadas demais,nem frouxas demais... Ele põe em nós as vestes certas :D

Amei,Tammy!

Desa disse...

Só podemos ser uma pessoa verdadeiramente bem com nós mesmos, com Deus e com as outras pessoas, se deixarmos de lado tudo aquilo que externamente não precisamos, mas pelo costume achamos que dependemos.
Amei! :)

Vitória disse...

Ah, Tammy, que lindo! Não canso se dizer isso das tuas postagens, já que tuas palavras são sempre tão belas e nos fazem pensar. Às vezes é mesmo necessário nos despir para finalmente entender quem somos.
Beijos♥
http://menina-do-sol.blogspot.com.br/