17 de jan de 2013

Cetáceos e outras marés.


Quando eu era criança costumava me refugiar nos livros empoeirados da minha vó. Ficava horas mergulhada nas páginas envelhecidas que narravam uma misteriosa história sobre os animais abissais. Era algo que me prendia e causava um enorme fascínio aos pequeninos olhos que liam cada letra da rústica enciclopédia. As palavras tão diferentes do meu vocabulário simples eram ainda mais instigantes a leitura. Os dedinhos infantis percorrendo as páginas e observando atentamente os desenhos intrigantes que surgiam para ilustrar todo aquele mundo fantástico. Um peixe estranho exposto em duas páginas chamou minha atenção pelo seu aspecto primitivo. Aquele peixe era na verdade um celacanto, um fóssil vivo como dizia a legenda ao lado do distinto peixe. Nas páginas seguintes era narrado uma luta colossal entre um cachalote e uma lula gigante. Tal duelo era apenas imaginado pelos pesquisadores já que se travava nas profundezas do oceano. Aquela pra mim era a imagem mais incrível que meus olhos já haviam visto. Fiquei imaginando aquele momento por muitos dias, meses até que muitos anos passaram e ainda continuo querendo ver essa luta de perto. Até hoje sou encantada pelos animais marinhos. Por todo o cenário marítimo e as belezas do oceano. Recentemente comprei um documentário francês do Jacques Perrin intitulado Oceanos. É o documentário mais lindo e incrível que já vi. As imagens em alta resolução mostram o oceano e os animais marinhos como nunca antes. É de encher os olhos de lágrimas em agradecimento a Deus por sua criatividade e graça em criar essas maravilhas. Bom, coisas boas devem ser passadas adiante então estou passando pra vocês esse espetáculo: Oceanos

Nenhum comentário: