21 de set de 2012

Interno.

Tumblr_manqx2znhu1rvjhi0o1_500_large

Havia um certo vazio no seu modo de perceber a vida.
Uma atenção especial para aqueles sabiam transformar fragilidade em vitória.
Menosprezante era o modo pelo qual ela julgava a si mesma.
Diversas vezes achava que não havia nada de incrível em sua vida, nada de exuberante e inovador para construir.

As outras pessoas sempre possuíam algo mais cintilante que ofuscava todo o sua admiração por si mesma.
Eram dias de declínio.
Até as rosas murchas do seu vaso favorito eram mais engraçadas que o seu modo intrínseco de sorrir.
Que adiantaria desejar tanto para emergir das profundezas do mar da indolência se lhe faltava amor próprio?

Bastava um sucinto olhar para seu reflexo na água estática.
Observar as linhas que perpassam a face tristonha.
Perceber que havia ali milhares de obstáculos a serem superados,
labirintos que somente ela poderia enxergar.



Nenhum comentário: