14 de fev de 2012

A brandura de escrever.

Milhares de pensamentos trafegando em minha mente.Um engarrafamento de idéias,planos e noções se comprimem nesse espaço minúsculo mas complexo,cérebro.Meu coração está ardendo e minha febre de escrever está me dando calafrios.As palavras gritam,se batem,me torram os nervos.Até para dormir está difícil,porque elas ,as palavras,continuam murmurando em meus ouvidos.Querem escapar de mim,querem a liberdade,a carta de alforria.E só consigo libertá-las no extenso.Colocando-as em ordem e sentido concreto.Alinhadas em um raciocínio apurado,ajustando suas funções para que consigam encontrar um caminho mais pacífico,bem distante de mim.Depois eu as reencontro.E fico extasiada em contemplar sua independência.Ali estão meus sentimentos,minhas lágrimas,meus conceitos.Vivos,respirando fora de meus pulmões.É um reencontro.Velhos amigos que sorriem alegremente depois do afastamento.Escrever é uma maneira prudente de realinhar meus pensamentos.De conhecer-me mais,de expulsar de mim o bom ou o fel.Seja da maneira metafórica,ou dramática.Mas que seja sempre real.Quando escrevo eu me sinto mais consciente,mais madura;é um encontro pacífico comigo mesma.Aconselho a todos a praticar a escrita.É algo tão profundo e íntimo.É uma eclosão de si,um transbordar da alma,é a sua essência evidenciada nas letras.É um mundo particular compartilhado.É abrir-se para compreender com mais limpidez o seu eu.Pois muitos sentimentos e noções circulam conflitantes em nossa cabeça,e acabamos perturbados e confusos.E em uma sociedade vazia,é difícil encontrar pessoas que se importem com seu íntimo.As pessoas preferem discutir tudo,menos falar de si mesmo.Então,escrever é uma agradável maneira de expor conceitos que não devem ser perdidos,mas reencontrados.A melhor solução é conversar com Deus,e dizer a ele tudo que está sentindo.Depois eu escrevo,e tudo fica em seu lugar próprio.Calmamente,suavemente,afavelmente.Só quem escreve sabe,compreende o poder e a beleza de tudo isso.De transformar sentimentos em arte.De ajudar o próximo com sua experiência,de aliviar a alma com esse desabafo criativo.Escrever é um bem para consigo,então faça esse agrado para seu cérebro,liberte as palavras que estão cativas dentro de si!

Nenhum comentário: